Facebook do Piratacast Twitter da Equipe Piratacast TV do Bau Piratacast, Diário de Bordo e Papo Pirata Feed do Site Feed do Podcast Assine no Itunes Entre em Contato

Piratacast 42 – Vamos ter um filho!

10 / out / 2012
Papagaio Pablito


Para o Piratacast do mês das crianças, Jabour_rio (@jabour_rio), Iskilo (@iskilo666), Junior (@junior_cq) e Cleverson (@cleverson), convidam os amigos podcasters, pais de não tão longa data (também), Flávio Soares (@FlavioFSoares) e Pablo Prime (@pabloprime) para conversarem sobre as suas experiências, expectativas e causos com filhos! O que esperar, como se programar, o que fazer (e não fazer!)… Tudo isso e muito mais só dando o play.

LINKS RELACIONADOS

– Livro Bebê: Manual do Usuário [Saraiva]
Vídeo do berço/cercado sendo montado (comentado pelo Pablo)
Vídeo do berço sendo montado (comentado pelo Jabour) 
Vote na revista Meninos & Dragões, criação de Lucio e Flávio
Vídeo do vidente de internet 

Leia o regulamento da promoção
 MURAL DOS PIRATAS

Opine ou conte-nos alguma experiência pessoal relacionada ao tema no espaço de comentários abaixo ou envie um e-mail para o piratacast@piratacast.com que comentaremos no próximo PAPO PIRATA, o nosso podcast de feedback da galera.

EDIÇÃO e TRILHA SONORA: Iskilo (@iskilo666)

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


Opções de Dowload

FEEDS:
Quer ter todos os artigos do Baú Pirata e/ou os Podcasts
de forma automática direto no seu computador? Assine nossos feeds!

Categoria(s): Piratacast

35 marujos comentaram até agora...

  1. Kio (Caio Cesar) - 40 anos - Salto/SP disse:

    Salve, pirataiada.

    Resumindo (muito), digo o seguinte: não é fácil ser pai, mas é ótimo.

    Programa indo para o player. Abração. =P

    PS.: Que raios o Iskillo tá fazendo neste banner? o.O

  2. Poxa, muito legal os clássicos do rock em forma de cansões de nina, massa!
    Cara, eu tenho duas filhas e realmente é um sufoco! As duas foram cesária, a primeira a minha mulher quase morreu, e ela nasceu prematura de seis meses, foi uma fase muito difícil, mas passamos! A outra veio cinco anos depois, a gravidez foi tranquila, mas o parto teve que ser cesário, pois ela encaixou de cara e não de cabeça, então ela ia morrer de pescoço quebrado na hora do parto! Ela nasceu com síndrome de down, já esta com seis anos, ainda não fala e se vc reclama de cocô de nenê, imagine uma criança brincando com o cocô, pintando as paredes e a tv, pois é, se agente relaxar, ela faz isso! rsrs
    Muito legal o cast, desejo muita sorte ao Esquilo, e não se preocupe, primeiro filho agente sempre fica aperreado com besteiras, mas pais, irmãos e amigos estão ai pra ajudar !
    Valeu!
    Bené

  3. Bruno Henrique disse:

    Meu filho se chamará Bruno Henrique II, ou não mas seria mto foda

  4. Davine disse:

    OLá…acho que é a primeira vez que vou comentar aqui ,apesar de ser ouvinte um pouco antiga.
    Adorei o tema,o cast ficou bem legal e bem informativo.Creio que deva ser um sentimento muito desesperador quando vocÊ recebe o aviso de que vai ser pai,mas acho que depois de um tempo é recompensador ver seu filho se desenvolvendo bem e tal.
    Bj pra vocÊs

  5. Franciele Núbia disse:

    Muito legal ver esse bando de marmanjo falando o que pensam sobre família e filhos! Boa sorte pro Iskilo e que a Verônica venha cheia de saúde e possa unificar mais o seu relacionamento com a Karen!
    Bjos Marujos!

  6. Mauricio Geronasso disse:

    Salve Piratas!!

    Como é bom ser pai.
    Sou pai de uma menina de 3 anos.
    Foi uma gravidez programada e muito bem praticada!!!!rsrsrsrs
    Recebi a notícia da gravidez no dia de meu aniversario. O melhor presente da minha vida.
    Confesso a vocês que me assustei quando descobrimos que seria uma menina. Com o passar dos dias fui conversando com amigos que tem filhas e aos poucos fui perdendo o medo devido ao fato de cuidar de uma menina é completamente diferente de um menino, devido aos cuidados que envolvem. Tudo isso foi passando ao ouvir as historias de cumplicidade entre pais e filhas.
    Hoje minha filha é minha companheira, minha amiga, meu amor. Somos cumplices em tudo. Ele tem muito do meu caratér e do meu jeito. Voltamos da escola ouvindo Rock e fazendo bagunça. Não sei se teremos outra criança, ainda não planejamos, apesar de ter vontade. Mas o digo a vocês que hoje sou realizado como pai pro ter uma criança linda comigo.
    Ser pai é tudo de bom.

    Abraços Marujos!!!!!!!

  7. Bruna Alves disse:

    Fala meus queridos, tudo bom? Não dou as caras desde o episodio 38. Esse episodio ficou muito fofo, muito lindinho, a trilha ficou perfeita, me deu vontade de ter um filhinho…rsrsrs… parabéns para os papais corujas….

  8. Adrian B. disse:

    Parabéns ao amigo Iskilo e a digníssima noiva!!!

  9. Edy Ladislau disse:

    Boa sorte iskilo, nessa nova fase de sua vida todos do Guia GP vão sentir falta de sua ilustre presença.

  10. Diogo Lopes Bastos disse:

    Primeiramente parabéns ao Iskilo e a Karen, boa sorte nessa nova fase da vida e certeza que a Verônica vai receber todo o amor do mundo. Imagino que ser pai é algo assustador no inicio, mas depois vai gostando da ideia e ver alguém que tem parte do seu DNA crescendo deve ser maravilhoso. Agora você não tem mais desculpa Junior.

  11. Andriolli Costa disse:

    Parabéns Iskilo! Caraca, ahha, totalmente inesperado!

  12. Kio (Caio Cesar) - 40 anos - Salto/SP disse:

    Salve, pirataiada.

    Antes de qualquer coisa, parabéns Iskilo e Karen. Que a Verônica venha ao mundo com muita saúde, para alegrar a vida de vocês.

    Ótimo programa, parabéns aos envolvidos. Sou pai de uma menina e, ainda que tenha sido uma gravidez programada (após 9 anos de união), quando recebi a confirmação de que iria ser pai, até ânsia cheguei a sentir, pernas bambas… uma vergonha. =D

    Mas acho que tenho dado conta do recado, minha filha, hoje com 14 anos, é motivo de muito orgulho.

    Abração.

  13. Ednaldo disse:

    Nossa, estou surpreso com o tema, achei super informativo e veio à calhar pra mim particularmente porque serei papai também de uma menina, Melissa. Agradeço às dicas dos papais experientes. Achei que o Iskillo ia demorar mais pra ter um filho por ser economista, dizem que economista fica louco fazendo cálculos dos gastos que um filho dá até a faculdade, e acabam nem querendo.
    No começo, os três primeiros meses, quando eu não sabia o sexo do bebê, ficava torcendo pra ser menino, pra eu jogar bola, video-game, ensinar informática, etc, mas confirmou-se que é uma menina, pra alegria da minha esposa. No começo foi desanimador mas depois me acostumei com a idéia e não vejo a hora de ela nascer, ainda mais porque me disseram que, geralmente, as meninas são apegadas ao pai. Achei que faltou vocês comentarem isso, da preferência do sexo do bebê, porque sempre queremos um sexo ou outro…
    Parabéns Iskillo, que venha a Verônica, agora só falta o Júnior e o Jabour, vamos treinar bastante pra fazer bem feito.. kkkk
    Abraços.

  14. aLx disse:

    Caras, q notícia legal!
    .
    Parabéns, Isquilo!!! E cara, aproveita para dormir nos dois primeiros meses, que é qdo o bebê fica mais sossegado.
    .
    Pelo menos foi assim com a minha prole.
    .
    Tenho um casal, como devem saber.
    .
    .
    .
    Não me preocupo muito com exposição das crianças não. Claro que não fico dando bandeira, mas sempre compartilho fotos dos passeios e lugares que vou com meus filhos, pois esta é uma forma de fazer meus pais — que moram longe — participarem do seu crescimento e não se sentirem tão distantes.
    .
    Sobre fraldas, nunca ganhei fralda de ninguém e digo que é um investimento que vale a pena.
    .
    Aliás, seguem os investimentos que se deve fazer para ter uma boa noite de sono:
    .
    Fralda de boa qualidade
    Usamos a Pampers Notura na Ana Júlia – 1a8m – e não precisamos fazer trocas noturnas. (Bipem a marca se acharem necessário)
    .
    Cremes Anti-Assaduras
    Nunca economizei com isso. Sempre deixei meus dois filhos lambuzados de creme anti-assaduras. Isso evita choros noturnos e sofrimento da criança. Recentemente trocamos de marca, mas Hipogloss é altamente recomendável. Se quiser, depois pego a marca que estamos usando agora, que é mais líquido e econômica que a outra marca.
    .
    Mamadeira Soninho
    Sempre por volta da meia noite, damos uma mamadeira extra para as crianças. Isso evita que acordem com fome durante a noite.
    .
    Como percebeu, a maioria das minhas dicas é para deixar as crianças sossegadas durante a noite, pq durante o dia elas têm mais é que correr e bagunçar, que é o jeito certo de crescer.
    .
    .
    .
    E sobre sustos no banho, qdo ia dar banho no Alessandro, acontecia de mergulharmos ele na água quentinha e, com isso, ele dar uma relaxada e cagar na bacia. Ficava aquela água esmerdeada.
    .
    Foi assim, numa situação de desespero, com o moleque todo esmerdeado, que desenvolvi a técnica de banho que uso até hoje.
    .
    Com aquele moleque todo cagado, não tive opção senão entrar no banho com ele, e, lavá-lo no meu colo tomando banho juntos.
    .
    Funcionou tão bem que aposentamos a bacia e passamos a dar banho direto no chuveiro.
    .
    Quando a Ana Júlia nasceu, com umas duas ou três semanas já passamos a dar banho no chuveiro também.
    .
    Nunca mais tivemos esse problema de cocô na bacia de banho.
    .
    Abraços.
    .
    aLx

  15. Nilda disse:

    Sobre roupas rosas para meninas:
    mesmo os pais não querendo, a menina terá inúmeras roupas desta cor por pura e simples falta de opção.
    Os fabricantes de roupas decidiram que meninas se vestem de rosa, e, quando muito, lilás.
    Achar roupa para meninas-bebês de outra cor é tarefa para quem tem tempo para procurar.

    Lá pelos 3-4 anos as opções de cor começam a aumentar, mas aí o estraga foi feito e a criança já acredita que rosa é cor de menina e não quer usar azul, mesmo ficando linda de azul, verde, vermelho…

    • iskilo666 disse:

      Concordo contigo Nilda, as roupas para menina são basicamente rosa e suas várias tonalidades..

      Mas achamos aqui em Cuiabá uma loja (inclusive, é franquia, deve ter no Brasil inteiro) que tem o propósito de vender as roupas com cores básicas e fortes. O que a gente está comprando, é quase tudo dessa loja, principalmente roupas vermelhas e azul, que são cores que adoramos. Não estou ganhando nada para fazer propaganda deles aqui, mas como eu curti bastante, segue o site da loja http://www.bebebasico.com.br/

      Mas, porém, todavia, 90% das roupinhas estamos ganhando de parentes e amigo, e quase nada foi a gente que comprou, então abrimos mão de uniformizarmos as cores.. hehe

  16. Parabéns, Isquilo!
    Que tudo ocorra bem durante a gravidez e não pensa muito lá na frente senão tu não vai curtir o momento. Um abraço para futura mamãe também.

    Agora Jabour, quando vai sair a criança da união do Dudu contigo, hein?
    Até o Isquilo passou na tua frente. Hahahaha!!!

    Abraço a todos do Bau Pirata!

  17. Lancelost disse:

    Parabens Iskilo!
    To começando a ouvir agora.

  18. Nerdanderthal disse:

    Sei que vão me zoar, mas sou do tempo que fralda era de pano e a gente dobrava em forma de triângulo e colocava aquele alfinete de fralda (lógico) gigante que dava maior cagaço de espetar a criança.
    Um coisa eu posso dizer, com muita felicidade: tive meu primeiro filho (André – @Pluginhead)em 1977, com meus 22 anos e logo no ano seguinte, a Priscila (@Pityportugal). Foi por opção termos os filhos ainda jovens, e não me arrependo disso, muito pelo contrário: a pouca diferença de idade, me deu um excelente retorno, pois meus filhos SEMPRE foram meus AMIGOS, COMPANHEIROS em videogames, HQs, música, tecnologia, etc. Sempre falamos a mesma língua, curtimos as mesmas coisas e, apesar de nunca me chamarem de SENHOR, o respeito mútuo persiste até hoje.
    Eu tinha o maior temor de ter filho depois de velho e ficarmos muito distantes, frequentarmos lugares diferentes e ainda correr o risco de ouvir – “Po, pai, isso não é do seu tempo”.
    Eles acompanharam minha mente aberta, meus gostos pelas coisas do meu tempo e aprendi muito com eles também.
    Pena não ter uma presença feminina no cast, porque sem dúvida, apesar de ter chorado muito de emoção quando meus filhos nasceram, imagino o sentimento sublime da mãe, que sente aquele novo ser crescendo dentro do seu ventre, sentindo seu coração bater e poder de lhe dar a luz.

    Bem, aos novos e futuros papais, vou logo avisando, é inevitável levar um boa mijada na cara ou uma golfada bem azeda na bochecha, aquela cocozada fedorenta,coisas que são infinitamente insignificantes comparadas com os sorrisos, os carinhos e o orgulho que nossos filhos nos dão.
    Difícil é escrever isso, com 61 anos de convivência com muito amor com meus filhos, sem encher meus olhos de lágrimas.
    Abraço a todos e parabéns pela escolha do tema.

    • Acedito que eu fui da ultima geração que usou fraldas de pano… Até o fim dos anos 70, pelo menos, fraldas descartaveis eram coisa de rico. Até hoje quando minha mãe vê alguém pedindo dinheiro pra comprar fraldas na rua ela diz: “Meus filhos eu criei com fraldas de pano e você pode fazer isso também!”

      • Ednaldo disse:

        Pode crer, como eu tenho 32 anos passei pela fase de usar fralda de pano também. É bom que economiza fralda já que uma só da pra usar muitas vezes, é só rodar a fralda cagada num balde de água e por pra secar e usar novamente. kkk

  19. Fala Galerinha das fraldas hehehe Certamente um dos melhores podcasts, que ñ é nenhuma novidade, né?! Muito engraçado ter acompanhado a trajetória do Pablito desde o Filecast e como ele foi amadurecendo e montando sua família, só tenho a desejar tudo de melhor para essa menina que está vindo ao nosso mundo e que tenha muita saúde!
    .
    Ps.: Pablo, começa agora a ter paciência pra quando ela tiver 15/16 anos… afinal vc sabe como são adolescente, principalmente os moleques! ABRE O’Olho desde já! hahahaha
    .
    Vou dizer que esse lance de filho tem me deixado um tanto abalado, nas ultimas semanas 5 casais amigos e conhecidos divulgaram que estão esperando a cegonha, isso juntando ao fato da minha irmã estar grávida, fez eu e minha namorado ficarmos meio bitolados com isso, principalmente pq as famílias ficam pressionando pra gente casar e coisa do tipo, eu já sonhei com filho, minha namorada sonhou estar grávida e sonhei com meu filho namorando a filha de um amigo… e por ai vai!
    Esses dias minha muié estava manifestando uns engos, tonturas, dores de cabeça, dor no corpo e baseado na experiencia do Pablo Prime falei: “Tá grávida!” a muié ficou doida! hehe eu queria fazer o teste de farmácia, mas ela não concordou, disse q era gripe e coisa do tipo, que está tudo normal com aquela bagaça mensal e que eu estava maluco!
    Essas coisas tão próximas mexem demais com a cabeça da gente, eu ainda estou meio q abalado com tanta gente ficando grávida.
    .
    Pro hoje é só, parabéns aos papais e ao futuro papai!
    Abraço Sinopenses!

  20. Ronaldo Andrade disse:

    Parabéns Iskilo! Seja bem vindo ao clube dos papais. Tenho uma filha de 6 anos. É a coisa mais maravilhosa do mundo.

    Curta bastante.

    Abraços.

  21. Grandes piratas, tudo bom?

    Muito bom o Cast, parabéns! Legal ouvir uma opinião masculina sobre o assunto e a experiência. Vai ser bom ouvir quando decidir ter o meu. Ainda não sei quando vai acontecer, mas pretendo ter sim filhos, por mais que eu e a minha esposa ainda não tenhamos decidido ainda quando.

    É isso, sucesso pra vocês aí!

    Abraços!

  22. Ian R. disse:

    Eu ainda não tive meu filho. Porem ajudei a criar meu sobrinho que atualmente tem 13 anos.
    Lembro das fraldas e do famoso xixi depois que tira a frauda e vem quaze no rosto. Depois disso passava a tirar a frauda e deixar a parte da frente como um escudo por um minutinho para ver se ele ainda vazia mais um xixi depois de ter bingulim livre.
    Tenho ele como o filho que ainda não tive, so lamento não ter uma vida financeira melhor pois adoraria poder dar um estudo de melhor qualidade para ele. MAs tenho otimas lembranças de dormir junto no frio e dele em chamar de mamãe antes da mãe dele mesmo (ela tem ciumes disso ate hoje hehehehe)
    Bom é isso. Continuem com o bom cast.

    Ian Ricardo

  23. Rafael disse:

    Putz, Iskilo, tamo nessa juntos, cara. Também vou ser pai de uma menina, e adivinha só: vai se chamar Cecília. Em janeiro, ela estará fazendo cocô pela casa, hehehe! O problema não vai ser ela ser gatinha, o problema vai ser a cachorrada em volta.
    No mais, parabéns pelo cast que foi muito bom. Além do tema, gostei da participação do Flavio, sempre tão amoroso com o Logan e o Max! Já votei e estou torcendo pelo Meninos e Dragões! Parabéns!

  24. Sara disse:

    Olá!
    Escrevo para elogiar este podcast: estou fazendo planos para o futuro (a looonnngo prazo rs) e, por isso, foi muito interessante, instrutivo e divertido ouvir a visão masculina sobre a paternidade!
    Sucesso!

  25. Caio Hansen disse:

    Parabéns pro novo gravido.
    Piratas, com esse cast vocês conseguiram tirar meu medo dessa fase da vida adulta (ou não). Ver que vocês sobreviveram a isso já é um alívio. Cast como sempre sensacional.

  26. aninhamac disse:

    Queria deixar meus parabéns para o Skilo pela princesinha que esta chegando.
    Eu também estou gravida, do segundo filho e ao contrario do Skilo vou ter o meu segundo filho, depois de ter dado à luz ao primeiro a 12 anos atrás. Contrariamente daquilo que disse o Jabour, vou chamar meu filho de Peter, e se ele pensa que é um nome estranho para brasileiro, imagina a situação aqui na Italia que o neném vai ser um ítalo-brasileiro, dado que Peter quer dizer Pietro em italiano!
    Pois é, o meu primeiro filho se chama Kevin, e para o fazer sentir parte de tudo, o deixamos escolher o nome do irmãozinho, e por ser um pouco Nerd, ele escolheu Peter como “Peter Parker”.
    Mas é isso aí! Continuem com esses ótimos podcasts e fica a dica para o Júnior de acordar e dar logo um filho para a Virgínia, porque ser mãe é o melhor presente que uma mulher pode ter na vida!
    Abraços para todos 😉


    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .