Facebook do Piratacast Twitter da Equipe Piratacast TV do Bau Piratacast, Diário de Bordo e Papo Pirata Feed do Site Feed do Podcast Assine no Itunes Entre em Contato

Aí liberou, hein? o/

Se você tá nessa situação, tipo eu, vale qualquer coisa pra você não ficar pensando (ou não) em como é uma merda estar sozinho e ficar remoendo essa fossa, como provavelmente você deve estar fazendo agora. Então, simbora!

PS: não preciso avisar que evitar coisas de casais e/ou menininha é regra geral, certo?

DEXTER

Sem comentários (vou dizer muito isso por aqui). Começou como qualquer outra adaptação badalada e esperada e acabou se tornando um monstro (no bom sentido) que ninguém esperava. É, praticamente, um thriller televisivo do século XXI. Drama, comédia, suspense, ação, policial. Tudo junto no mesmo saco. Recomendadíssimo!

BURN NOTICE

Aqui no Brasil esse seriado tem pouca atenção dos grandes holofotes e da grande massa de telespectadores e isso é uma coisa que não consigo entender. É uma produção muito bem sustentada, com um roteiro bem elaborado e cuidadosamente bem amarrado que, no meu ponto de vista, conseguiu absorver tudo que as grandes produções de espionagem tinham pra ensinar, sem esquecer do bom humor e das piadinhas mandadas por Bruce Campbell. De novo, recomendadíssimo e sem comentários [2]. 🙂

LIE TO ME

Muitos dizem que é uma cópia de The Mentalist, outros dizem o inverso mas, de qualquer forma, é uma excelente produção idenpendente da fonte verdadeira. A primeira surpresa é ver Tim Roth protagonizando o esquema, ainda mais para aqueles que descobriram o seriado logo no seu lançamento, depois de vermos Roth como antagonista no Incrível Hulk. Apesar de ser um drama policial a ação policial em si é mínima, podendo ser considerado uma série cientifica, acima de tudo. Bons atores, bons personagens, boas tramas. Assistam!

CALIFORNICATION

Recomendado somente para maiores de 18 anos. E é sério. Se você era fã do Mulder, esqueça. Se você adorou Evolução, esqueça. Aqui David Duchovny é um escritor beberrão, sem papas na língua que adora mulheres, rock n’ roll e sua familia (ou ex-familia). A produção não poupou cenas pra lá de picantes na primeira temporada, o que pode ter deixado muita gente desconfortável mas, se você conseguir olhar além da sacanagem e das piadas de bêbado, vai conseguir ver um drama profissional e familiar e tanto. É um roteiro de camadas muito bem delineado que conseguiu chegar ao ápice em sua terceira temporada que foi, digo de novo, sem comentários [3].

Comente no BauPirata e concorra a um brinde!

Quer saber como?

Confira o Post “Ganhe Meias do Pablito na Copa”

Categoria(s): Seriekiller

    .
    @jabour_rio, @iskilo666, @junior_cq,
    @cleverson, @piratacast, @baupirata