Facebook do Piratacast Twitter da Equipe Piratacast TV do Bau Piratacast, Diário de Bordo e Papo Pirata Feed do Site Feed do Podcast Assine no Itunes Entre em Contato

Nesse mês do trabalho certamente eu falaria de The Office, certo? Errado.

The Office é um exemplo clássico e muito simples, pra não dizer “default”, de seriado focado no trabalho. O único problema que eu vejo é que tem trabalho demais ali, então resolvi trazer o mês do trabalho para a minha realidade (Publicidade) e, junto com isso, falar de uma das séries mais aclamadas do momento: Mad Men.

Em Mad Men a história se passa da década de 60, mostrando o dia-a-dia da agência de publicidade (fictícia) Sterling Cooper, focando na vida do Diretor de Criação Donald Draper, ou só Don.

Grande parte dos episódios se passam dentro da agência, mostrando a rotina de criação, reunião com os clientes, contratação de funcionarios e, principalmente, o grande monstro chamado EGO que todo mundo desse ramo carrega e alimenta todos os dias. 🙂

Claro que é impossível só mostrar as ações de um ramo profissional específico sem que deixe o púbico saturado então, em trechos dos episódios, é apresentado o dia-a-dia fora da agência. Como essas pessoas se relacionam fora do escritório e como o trabalho afeta a vida familiar deles.

Uma coisa que fica muito clara é como as pessoas fingem bem suas personalidades durante o trabalho, pelo menos em alguns momentos, e isso é extremamente verdade e realista.

Para aquelas pessoas que, assim como eu, trabalham com publicidade e design, Mad Men é um prato cheio além de uma aula constante. Para os outros, é uma série ótima, como tantas outras que assistimos.

Se precisamos de dados para embasar o “bom gosto”, que seja…

A série venceu o Globo de Ouro como melhor série drama de 2008 a 2010. Em 2009, nesta categoria, concorreu com House, True Blood e Dexter.

O intérprete de Don, venceu como melhor ator.

Venceu o Emmy de 2009.

A sua estréia teve a maior audiência que o canal AMC já registrou.

Quem assina a produção de Mad Men é, nada mais nada menos que Matthew Weiner, o mesmo cara que assinou The Sopranos.

Detalhe: o piloto de Mad Men já estava escrito antes das filmagens iniciais de The Sopranos.

Preciso falar mais? Eu amo meu trabalho! Já fizeram até série sobre ele… e o seu?

🙂

Categoria(s): Seriekiller

2 marujos comentaram até agora...

  1. Marcus Rocha disse:

    Acho que é fácil dizer que a série é legal pq se passa numa agência de publicidade. Não sou publicitário e adoro a série. Aliás, eu acho que a maioria dos publicitários uns babacas.

    Na minha opinião, a série é boa porque ela pega os anos 60, um período conturbado, cheio de mudanças, e coloca diversos personagens que você passa a se importar, seja odiando ou amando. Todo homem gostaria de ser Don Draper, mas o cara é um covarde que fugiria se o bicho realmente pegasse. Até a filha do Don é um personagem interessante e ela é apenas uma criança, aliás, bem melhor que a esposa do Don, que é muito bonita, mas as histórias dela são sempre um saco.

    Se você gosta de uma boa série dramática, deve assistir Mad Men. Se você gosta de uma série pelos personagens, veja Mad Men. Fica minha dica aqui.


    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .