Facebook do Piratacast Twitter da Equipe Piratacast TV do Bau Piratacast, Diário de Bordo e Papo Pirata Feed do Site Feed do Podcast Assine no Itunes Entre em Contato

Erotika Fair – Por Lucas R. Maru(j)o

28 / abr / 2010
Convidado Pirata


Erotika Fair

Sim, estive na 16° Erótika Fair durante o segundo final de semana da feira (entre os dias 16 a 18 de abril). O evento ocorre 2 vezes no ano (abril e outubro) e se você pensa que a feira é amadora, está totalmente enganado. A feira é uma entre as 6 maiores feiras eróticas do mundo. Existem stands de revistas, distribuidores de produtos eróticos diversos, grifes de roupas sensuais, casas noturnas, artistas cujo tema passa pelo erotismo, etc.

Erotika Fair
Tinha conseguido uma credencial de imprensa por ter participado como palestrante em um dos eventos do EVA Brazil (Erotika Video Awards) durante a semana entre os dias 12 a 17 de abril. Quem duvida, olha no site da EvaBrazil e veja que o meu nome está la. Essa credencial me dava o direito de livre circulação entre os 2 pavilhões e me economizou pelo menos 120 reais.

Para quem nunca foi à feira, existem 2 stands distintos: O business, que citei acima no texto e o Hot no qual ocorrem shows, exposições de arte erótica (neste ano), etc. A entrada para o pavilhão Business é gratuita enquanto o pavilhão Hot é pago (nas últimas duas edições a entrada custava R$ 50,00, sendo que na mais recente havia um desconto de 20% se você imprimisse um bônus encontrado no site da feira.

Erotika Fair

Havia também 2 outras atrações no pavilhão hot. Um stand no qual um artista pintava uma modelo (Na foto acima temos a Suellen Fernandes) e também o stand de BDSM do Club Dominna no qual ocorriam algumas partes de uma sessão de BDSM (sadomasoquismo com Boundage). Lugar bastante interessante.

Chega de blá blá blá, porque quem leu até aqui está mais interessado é no que acontece no pavilhão Hot… Dentro dele, existe sempre um labirinto no qual você circula e interage com dançarinas, mas sem contato muito intenso. Também tem a chamada cabine voyeur, na qual as pessoas podem ver o que acontece dentro, que não é sexo, mas coisas que chegam bem perto disso. É bem interesante ver algumas das “brincadeiras” que tem por lá.

Para atiçar e irritar um pouco o pessoal que está esperando os shows, neste ano, a feira estava com uma exposição de arte erótica, assim como a exibição dos vídeos que concorrem ao EVA Brazil (uma espécie de premiação do pornô nacional). Pena que a cerimônia de premiação não ocorreu na data esperada, uma pena.

Erotika Fair

Agora sim, os shows. Nos dias em que estive na feira, pude presenciar alguns shows, tais com a Rossane Bom (dançarina sensual), a Sarah Lopes (dançarina sensual e atriz pornô), Taty Oliveira e também o show da dupla As mutantes (ótimo show por sinal), Rommy Andrade (dançarina sensual). Vi também um show de sexo ao vivo na Erótika, com um casal que esqueci o nome.

Erotika Fair

Porém o que me fez ir a Erótika Fair foi mesmo o show das Fetish Dolls, com a dupla Chris Lima e Mayanna Rodrigues. Já tinha visto o show delas na 15° Erótika e um outro show no meu aniversário. O show delas é diferente do que você espera, com certeza. A Chris e a May, tem um show bastante intenso, com elementos de BDSM tais como a algema, spanking e velas, aliado a uma trilha sonora bastante intensa e de bastante agrado como Rammstein, Disturbed, Korn, etc. Se você não gostar do show pela incrível performance da dupla, seguramente vai ficar pela trilha do show.

Erotika Fair

Finalmente, um detalhe MUITO importante: No pavilhão hot da Erótika Fair assim como no pavilhão business, não há restrição a entrada de câmeras e filmadoras. Sendo assim, já vi algumas fotos e filmes dos shows da Erótika. Tente ver um desses streamings e com certeza você verá que vale a pena fazer uma visita por lá. A próxima será só em outubro, e com certeza estarei lá novamente.
Lembrei de mais outras atrações, mas fica para uma outra ocasião.

Meu nome é Lucas Ryoiti Maruo e o meu nick atual é @rmaruo.Participo do NerdExpress, podcast do Universo Nerd e onde mais me convidarem. Tenho interesses diversos ao podcast, tais como o dual “tecnologia e pornografia”. Trabalho atualmente para o lado negro da força que me dá alguns poderes extraordinários em troca de madrugadas e madrugadas de trabalho. Espero que gostem dos textos, pois gostaria de escrever outros. Por favor comentem.

Categoria(s): Motim

7 marujos comentaram até agora...

  1. Wesley Pires disse:

    Deuzulivreeeeeeeeeeee
    Feiras assim acontecem com pouca frequencia aqui em Goiânia, e quandoa contece não tem a devida divulgação. Ainda irei conferir isso de perto =D.

  2. Social comments and analytics for this post…

    This post was mentioned on Twitter by jabour_rio: http://migre.me/AhDA @rmaruo foi na Erotika Fair e descreveu o que rolou no #baupirata – Confiram! #sexo no #piratacast…

  3. Arjan disse:

    Prezado Maruo, não gosto de alimentar sentimentos negativos, mas neste caso eu me permito: QUE INVEJA!
    Eu não sou muito interado nesse meio, mas tenho a impressão de que o puritanismo velado da nossa sociedade de mentalidade cristã faz com que a divulgação de eventos como seja feita com a força que ela merece. É só impressão minha?
    Anyway, me interessei bastante. Não sabia que o evento era tão… interessante assim quando ouvi falar. Vale uma viagem a São Paulo, pelo jeito.
    Parabéns pelo texto! E, como o assunto é interessante, não se contenha com as palavras. Pode escrever mais e detalhar bastante que as pessoas (taradas) irão ler tudo.

  4. Lola disse:

    O Lucas Maruo é um NERD que merece tudo nesta pornografia! Texto ótimo, fotos ótimas. Parabéns Maruo!

  5. Felipe Rosa disse:

    Faz um bom tempo que tenho vontade de ir a Erotika Fair, é o tipo de evento que vale a pena desembolsar uma graninha só para ficar se deleitando com as lembranças depois. Adorei seu texto e fico feliz que pelo menos na blogosfera este tema esteja tendo a atenção que bem merece. Fiquei louco de vontade de apreciar o show das Fetish Dolls, está não é a primeira vez que as belas moças são tão elogiadas. Vejo que só tenho ótimos motivos para juntar um dindim e conferir tudo isso bem de perto.

  6. Mistress Bela disse:

    Adorei os comentários sobre o Clube Dominna.
    As fotos ficaram fantásticas.
    Adora convido o jornalista à ver de perto todo o mundo do Sadomasoquismo, Fetiche e Podolatria no Clube Dominna em SP.
    http://www.clubedominna.com

    Parabéns pela reportagem e grata pela oportunidade.
    Vamos divulgar este site.
    Abraços e sucesso!

  7. TININ disse:

    Maruo
    Eu não tive o previlégio de participar do evento, pois moro em Curitiba e a Feira foi em São Paulo, não trabalho com nada relacionado ao assunto, nem sequer conheço, com meus 47 anos de vida, metade do que o prazer erótico
    com seus apetrechos pode nos proporcionar, mas como incondicional apreciadora dos prazeres da carne e desprovida de preconceitos,vasculhei curiosamente e li tudo que pude encontrar sobre o tal acontecimento.
    Seu relato foi um dos melhores…
    Adorei!
    Um beijo
    T I N I N


    .
    @jabour_rio, @iskilo666, @junior_cq,
    @cleverson, @piratacast, @baupirata