Facebook do Piratacast Twitter da Equipe Piratacast TV do Bau Piratacast, Diário de Bordo e Papo Pirata Feed do Site Feed do Podcast Assine no Itunes Entre em Contato

Dexter – 4a temporada

23 / dez / 2009
Convidado Pirata


Apesar da minha paixão assumida por Supernatural, a série que ownou bonito nessa Fall Season (período de setembro a dezembro) foi Dexter. Ajudou bastante o fato da temporada já ter acabado, ao contrário das outras que voltam em 2010 – assim como Lost e 24 Horas, que ainda nem começaram. Mas isso não diminui a qualidade dessa fantástica quarta temporada de Dexter, que recuperou o pique das duas primeiras, depois da 3a ter me desanimado um pouco.
No fim do ano 3, Dexter se casou com Rita, grávida dele. Sim, Dex agora é papai! Um típico marido e pai de família, morando no subúrbio e tudo mais. Além dos dois filhos que Rita já tinha com JacobLúcifer (na verdade, o nome do cara era Paul, mas eu não resisti), agora há o bebê Harrison. Aliás, ele garante uma cena impagável já no primeiro episódio: Dexter, com o filho no colo, sussurra: “Posso te contar um segredo? Papai mata pessoas”.

Dexter

Logo de cara, fica evidente o tema principal da temporada: o conflito do protagonista em equilibrar todas as suas vidas. E não é nada fácil. O cara não tempo nem pra respirar! Dormir? Quem dera… impressionante que ele passa a temporada toda correndo, todos os episódios. Chega a dar uma agonia. Nas tradicionais “conversas” com o pai, Dexter se questiona várias vezes se a feliz vida comum serve pra ele. Ou se ele tiver que escolher entre a família e o “passageiro sombrio” (sua compulsão por matar), o que fará?
E não podemos esquecer o serial killer adversário da vez. Digo sem medo: Trinity foi o melhor antagonista que a série já apresentou. Tudo bem que em matéria de explosão de cabeça, ninguém bate o saudoso Ice Truck Killer, da 1a temporada. Mas a fodacidade dele era ligada a sua relação com o próprio Dexter, com a formação do caráter do “herói”. O Trinity é foda por si só. Ele vem matando há mais de 30 anos, sempre seguindo um ciclo de 3 mortes com rituais específicos. Nunca cometeu um erro, então nunca foi pego.
Quem notou esse padrão e trouxe a investigação para Miami foi o agente do FBI Frank Lundy, que na 2a temporada esteve em Miami pra caçar o Bay Harbor Butcher (ninguém menos que nosso querido Dex). Agora Lundy está aposentado, e quer resolver o único caso que deixou em aberto. Como ele teve um caso com a Debra, irmã do Dexter, sua volta bagunça a cabeça da detetive. Aliás, devo confessar que sempre achei a personagem uma chata de proporções épicas, mas nessa temporada ela me convenceu. Mostrou-se mais inteligente, determinada, e mesmo suas habituais choradeiras soluçantes não me irritaram tanto…
Voltando ao Trinity, é lógico que Dexter acaba cruzando o caminho do vilão, e decide matá-lo. Mas nada é simples nessa vida. Um surpreendente descoberta sobre o assassino faz nosso herói adiar a eliminação, pra entender melhor as coisas. Obviamente, isso causa trocentos problemas e Dexter tem que comer o pão que o diabo vomitou pra resolvê-los. E o season finale, MEU DEUS! Tipo, por que setembro de 2010 tem que estar tão longe?
Acho bom parar de falar/escrever, senão vou explodir spoilers. Fica só a recomendação da 4a temporada de Dexter, e se você não viu as anteriores, TOME VERGONHA NESSA CARA e corra atrás dessa série fodástica.

Categoria(s): Motim

8 marujos comentaram até agora...

  1. Kell xD disse:

    Aaah eu preciso tomar coragem pra voltar a assistir!
    Quem sabe nessas férias, certo?! ;D
    Eu gosto de Dexter e o jeito que levam a série. E essa cara de maluco dele é muito satisfatória. Eu raxo o bico. =D
    Hahahaha.

    Ótima coluna, preciso tomar vergonha na cara e ver mais o blog.
    Beijoos.

  2. Jackson disse:

    Assista mesmo, Kell, vale muito a pena. Valeu por comentar!
    Beijo!

  3. Flávio disse:

    Ótimo Post Jackson!
    Dexter é realmente uma grande série. A 3º temporada deu uma caida mesmo, em relação a 4º, ainda preciso ver.
    Agora fiquei mais curioso ainda…hehehe

  4. Almighty disse:

    Sò digo uma coisa: O SEASON FINALE DESSA 4ª TEMPORADA FOI O MELHOR DA HISTÓRIA!

    Sem dúvidas, Dexter é uma das melhores séries que já existiram. Todas as temporadas foram ótimas, e, antes dessa última temporada, eu achava o season finale da primeira o melhor ever!

  5. Jackson disse:

    Valeu, Flávio! Veja a 4a temp, NOW! hahaha

    Almighty, concordo. Minha menção ao ITK foi por isso, o season finale da 1a explodiu minha cabeça legal… mas esse da 4a foi totalmente inesperado, me deixou em choque e babando pela 5a….

  6. Filipe MacLeod disse:

    Dexter é foda demais…
    O roteiro é excelente … dificilmente encontro furos…
    E cada ep é uma explosão de cabeça de 1 h contínua….

    Não terminei a 4ª tempo .. faltam os dois ultimos eps.. mas fiquei maluco até agora..
    Ah! o Trinity… o que falar dele… personagem fodastico.. com uma história surpreendente e muito semelhante a do Dex… e a interpretação do ator .. que isso … o cara nasceu para ser vilão!!!!

  7. MaTiaS - DF disse:

    eu acabei de ver a primeira temporada, to curtindo pra caramba … agora , bem q poderia ter um aviso de spoiler no artigo


    .
    @jabour_rio, @iskilo666, @junior_cq,
    @cleverson, @piratacast, @baupirata