Facebook do Piratacast Twitter da Equipe Piratacast TV do Bau Piratacast, Diário de Bordo e Papo Pirata Feed do Site Feed do Podcast Assine no Itunes Entre em Contato

A terceira temporada de Supernatural até que foi bem agitada, tanto quanto a primeira e mais que a segunda.

Como todo mundo já sabe, no fim da segunda temporada o Dean vende sua alma pra trazer Sam de volta dos mortos então é lógico que a terceira temporada tem que girar em torno dos dois tentando tirar o … do Dean da reta.

Nessa empreitada, Sam e Dean conhecem dois novos personagens. A primeira é Ruby, um demônio com dor na consciência e saudade dos auros tempos da vida humana que diz ser capaz de ajudar os garotos a salvaram a alma de Dean. A outra personagem é Bela, uma caçadora de itens antigos que acaba por ficar no caminho dos dois por várias vezes.

Nessa temporada ainda vemos uma tentativa de mesclar o dia-a-dia dos garotos como caçadores e os seus percalços com demônios mas é notavel que tudo leva o seriado a deixar a vida de pega-monstro de lado.

Bela foi uma personagem muito bem plantada na trama, sem nenhuma ligação com os garotos e nenhum peso crucial para a história mas que servia muito bem nos show-off do seriado e conseguia tirar nossas atenções do foco principal do roteiro, quanto tornava-se cansativo ou repetitivo demais. Além disso, Bela foi muito bem usada no desfecho da temporada e, tenho certeza, fez muita gente rir de satisfação com o humor negro de toda a season finale.

Acrescentado a tudo isso, somos apresentados a um novo vilão: Lilith. Aqui temos uma versão de origem da personagem diferente de todas que estamos acostumados a ler ou ouvir. Descobrimos também que é ela que detém os “direitos” sobre a alma de Dean e a única moeda de troca aceitável pela vida do irmão, é a vida de Sam.

Apesar dessa situação ser bem previsível a temporada inteira, é algo que incomoda bastante porque grande parte dos episódios é tomada por discussões do tipo “fazer ou não fazer” e peso na consciência dos dois irmãos, o que deixa a trama MUITO chata e enrolada, mas nada que deixe tudo inassistível.

A terceira temporada contou com 16 episodios e foi exibida entre outubro de 2007 e maio de 2008, contando com uma média de 2,9 milhões de espectadores.

Categoria(s): Seriekiller

4 marujos comentaram até agora...

  1. Jackson disse:

    Discordo. Não achei que as discussões da temporada a tornaram chata ou enrolada. Acho que me convenceu todo o dramalhão, senti a humanidade dos personagens a cada dúvida, momento deprê que eles tinham.

    Essa temporada também merece destaque pelo nível ótimo mantido em todos os episódios. Até os fillers foram bons, levemente úteis ou engraçados. Talvez por ser menor, apenas 16 eps… a estrutura de 22 ou 24 cada vez mais me parece um convite a enrolação.

  2. Mauro disse:

    Acho que deveriam ter aproveitado melhor a personagem Bela, pois acho que ela deveria continuar aparecendo (não em todos os episódios, mas apenas em alguns como estava acontecendo). Com certeza os episódios em que ela aparece são os mais engraçados, e mesmo sendo fillers eu não acho que a série perdeu em qualidade.

  3. Filipe MacLeod disse:

    A Bela realmente foi um dos pontos altos da 3ª, alem de gostosa p caraleo .. a persongem dela tinha muita história, mas achei que foi bem aproveitada sim.
    Não achei a trama chata .. acho que Supernatural tem muito disso .. episódios fodasticos…. alguns bons e alguns medianos .. mas nada que estrague a série ou a vontade de assistir…

  4. Aline disse:

    Nao acho nada de ridiculo aquele "bico " q o Jensen Ackles faz não!! Na minha opnião é um charme e fica muito massa…


    .
    @jabour_rio, @iskilo666, @junior_cq,
    @cleverson, @piratacast, @baupirata