Facebook do Piratacast Twitter da Equipe Piratacast TV do Bau Piratacast, Diário de Bordo e Papo Pirata Feed do Site Feed do Podcast Assine no Itunes Entre em Contato

PirataCast 10 - Parte 2

PIRATACAST 10:

Histórias de Colégio [Parte 2]

PARTICIPANTES:

Jabour_rio, Iskilo666 e Júnior.

CONVIDADOS ESPECIAIS:

Diego e Pablo do Nowloading e Lucio Luiz do Papo de Gordo.

TEMA:

Continuação do Piratacast 10 – Parte 1, onde relembramos algumas das histórias que vivemos durante o nosso período escolar. Seres bizarros e demais pessoas esquisitas que podem existir em um colégio. Bagunças e micos pagados dentro da sala de aula ou no recreio. Apelidos escrotos. Essas e outras perguntas foram respondidas neste podcast!

Escreva sobre suas experiências com o tema no espaço abaixo ou mande seus comentários para o piratacast@gmail.com que comentaremos no próximo Papo Pirata, o nosso podcast de feedback da galera.

LINKS RELACIONADOS:

Piratacast 10 – Histórias de Colégio [Parte 1]

VOTE NA NOSSA NOVA ENQUETE

Turma da quarta série do Jabour_rio

EDIÇÃO e TRILHA SONORA:

Iskilo666.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Piratacast 10 – Histórias de Colégio [Parte 2]

Download MP3 64k

Quer ter todos os artigos do Baú Pirata e/ou os Piratacasts de
forma automática direto no seu computador? Assine nossos feeds!


Categoria(s): Piratacast

26 marujos comentaram até agora...

  1. Everton Ajisaka - 26 disse:

    Baixando mais um Piratacast….

  2. Fabio miklos disse:

    ae piratas … finalmente a parte 2
    baixando pra escultar no caminho pro trabalho.

    sorte paz

  3. Salve, pirataiada.

    Marcando presença na lista de chamadas para a parte 2.

    "Donaaa… pode ir no banheiro?" (rs)

    Abração.

  4. Luis Guilherme disse:

    fala marujos…

    baixando a parte2, a e to devendo 1 coment d voz, to dxando pro proximo dia e, vo acaba esquecendo xD

    vo ouvi esse cast e ja faço…

    abrço…

  5. Michael Spider_S4TO disse:

    KKKKKKKK galera foi demais essa parte 2

    CAbelo de Morro kkkkkkkk foi foda
    e a musica… Maicon ´é virgem, virgem é Maicon KKKKKKK

    "pau no ** sai de baixo" KKKKKKK
    iskillo Air-Bag KKKKKK

    foi hilario d+ esse cast …. Muito bom!!!

    Parabéns. Abraçosssss

  6. Rudinei disse:

    Foi um dos podcasts q eu mais ri, excelente, a musica e a historia da bronha no patio foi mto foda xD

    Continuem assim, vcs são mto bons

  7. Filipe MacLeod disse:

    Salve salve pirataiada !!!
    baixando para conferir !!!!

  8. [Na parte 1 mandei e-mail, nessa vou de comentário mesmo… já que está menor.]

    Muito bom, muito bom, piratas!
    Hilário… ri demais com as loucuras de vocês, dos convidados, e principalmente com as mancadas. Como aquela do coitado do rapaz do Now Loading, que o Iskilo fez questão de repetir um milhão de vezes na edição! hehehe!

    Essa segunda parte foi mais sobre o que vocês aprontaram na escola, né… Bem, então não tenho muito o que contar, porque sempre fui muito calma, tranquila… Nunca fiz nada na escola!
    O máximo que tenho: fui para a coordenação porque esqeuci de pedir para dar um bilhete para meu responsável assinar. Ah, e na 4ª série um garoto me encheu demais o saco e o mandei a merda. O indivíduo era sobrinho da coordenadora. Já viu, né…

    Que pavor das histórias do Jabour e do Pablo, respectivamente, sobre a cena vergonhosa e a traumática. Céééus!

    Sobre professores bizarros…
    Nomes, para começar: Olindina, Joanita, Glênio, Poncio.
    Agora as figuras.
    – Tinha um de matemática que tem uma voz MUITO fina. O cara é uma lenda da cidade como professor, é muito inteligente, mas a voz dele é fora do comum.
    – A Joanita: uma lenda ainda maior… já deu aula para pessoas de todas as gerações da minha família. Se aposentou logo depois de dar aula p/ minha tuma na 6ª série… Não deve ter nos aguentado. Detalhe para quando ela se acabou de dançar numa feira de cultura da escola.
    – Uma de história, a Canepa, dormia como um bebê na sala de aula.
    – Marinês… outra que nossa turma praticamente aposentou. A mulher já é bem maluca e histérica, aí o pessoal mais atentado, sabendo disso, a provocava mais ainda, ao ponto de ela lançar cadeiras pela sala.

    Tem vários atuais ou muito recentes bizarros também… mas melhor deixar para lá. 😛

    Como disse, sempre fui "certinha". Mas, da mesma forma, sempre estive em turmas bastante atentadas. Por exemplo: já voou lata de lixo em mim, dois de uma turma minha já foram expulsos, já jogaram aquelas bombas fedorentas, entre outros.

    Até a 4ª série do ensino fundamental a Educação Física não valia ponto nem nada, então eu evitava ao máximo. Ficava escutando discman durante a aula, no canto do pátio. Engraçado que eu era magrinha na época… Mas já fugia dos exercícios. 😛
    Nas poquíssimas vezes que eu resolvia participar, saía machucada. Uma vez, uma menina com metade do meu tamanho me derrubou num jogo.

    Apelidos nunca tive, thanks God. No máximo me chamam de "Isa". Uns apelidos de pessoas que já estudaram ou estudam comigo: Mosquito, Morcego, Zaslisque, Cheiroso, Pogogoca (ele tem língua presa), Menos Meio.

    Acho que é isso… Não aprontei nada para contar no futuro. Fazer o quê… hehehe

    Abraços!

  9. Rod Reis disse:

    Haha, é sempre bom ouvir essas histórias de escola. Acho q a coisa mais escrota que eu fiz na escola foi q uma época eu peguei a mania de desenhar genitálias masculinas em toda a classe para ver a cara das tias da limpeza e dos professores. Era nas carteiras, na lousa, nos cadernos alheios e nas Bíblias( a escola era religiosa) e isso durou uns 6 meses. Eu também pegava todos os gizes e esculpia nessa forma. Até que quando iam me descobrir, eu parei…

    Outra coisa bizarra q eu lembro é que tinha um americano na minha classe q de tanto ser zoado pelo valentão da classe, levou um taco de baseball e deu na cabeça dele, a sorte é q conseguiram segurar ele a tempo…mas foi agressivo

    Abraços!

  10. Almighty disse:

    Eu ouvi a primeira metade desse episódio dentro do ônibus, e ri sozinho. A segunda metade eu ouvi bêbado, quando cheguei em casa, e continuei rindo sozinho. Arrisco dizer que este Piratacast (juntamente com a 1º parte e o lendário PirataCast 01) foi o melhor até agora. As participações do Lúcio e do pessoal do NowLoading (Diego e Pablo) deixaram o episódio ainda mais engraçado. Ainda mais com o funk do Pablo auhauhauhauhauhhauuhauha
    Valeu galera!

  11. Salve, pirataiada.

    Programa pra rachar o forévis de tanto rir, caraca! Vocês estão de parabéns.
    Meio na correria, então não tem como aprofundar no tema, mas deixo aqui meu apelido de escola: Tombo… acho que o motivo é óbvio, não? (rs)

    Abração.

    PS.: Parabéns pela nova empreitada, Jabour. Sucesso procê.

  12. Ivanildo Junior disse:

    Olá, Piratas! Muito excelente essa edição, os convidados tinham realmente muita coisa pra contar e esse encontro de gerações foi fodástico.

    Já tive um amigo que sofreu o que o Pablo (NL) sofreu: ele tb se dependurou num poste de vôlei pra amarrar a rede e deslizou, rasgando o saco. Foi sinistro!

    Apelido de escola, infelizmente eu tive, mas ainda bem que morreu lá. Nunca mais me deparei com o povo desse tempo, o que me deixou bastante feliz, diga-se de passagem.

    Um grande abraço a todos e aguardando pelas próximas histórias! Felicidades.

  13. Elvis Rocha disse:

    Eai Bucaneiros,

    Muito bom o podcast, fez me lembrar muitas histórias do meu tempo de escola.

    Só não teve nenhum relato sobre a formatura de nenhum de vocês, sempre nestas comemorações ocorrem diversas situações que não são esquecidas.

  14. Senhor Ric Master disse:

    Fala aí Piratudos, tudo bem com vocês?
    Esse podcast, na minha opinião, foi o melhor que vocês fizeram. EXCELENTE!
    Acho que todo mundo se identificou com alguma coisa ou situação apresentada no cast. Criou um efeito nostalgia para quem viveu o colégio na década de 80 e 90.
    Tive dois momentos que me lembro bem da minha época de escola. Os dois estão relacionados a aula de redação e aconteceram na quinta ou sexta série.
    O primeiro, minha Professora pediu que fizéssemmos uma redação de tema livre, e eu inspirado no filme: A volta dos Mortos Vivos [da década de 80], fiz uma redação muito boa com o título: Brasil, o país-zumbi e comparei o nosso sistema de ensino, saúde e outras instituições públicas à Mortos Vivos. Porém minha querida Professora me deu nota 'C' alegando que eu, naquela idade, não poderia ser tão pessimista em relação ao nosso país. Que eu era o futuro da nação e blablabla! Tirei 'C' simplesmente porque ela não concordou comigo.

    Acho que no mesmo ano ainda, a Professora pediu uma redação sobre Profissões e eu escolhi falar sobre Bombeiros. Mas minha redação tinha muitos 'daí depois' 'depois daí'. Ficou algo como:
    O Bombeiro recebeu uma chamada para um incêndio numa casa. Daí depois ele foi até o caminhão, depois daí ele foi até a casa em chamas, daí depois ele começou a apagar o fogo, depois daí ele viu uma moça pedindo socorro, daí depois ele enfrentou o fogo para salvá-la, depois daí ela agradeceu muito o bombeiro, daí depois vocês sabem o final!
    A redação toda deveria ter uns 40 daí depois, depois daí.
    O fato é que a sala inteira riu da minha cara quando tive que ler em voz alta. E fiquei por alguns meses com o apelido de Daí depois, depois daí.

    Enfim, foram momentos que me marcaram no colégio.
    Se eu lembrar de mais alguma coisa daí depois eu comento aqui, depois daí vocês me falam o que acharam. hehehe
    Abraços

  15. André Zuil disse:

    Muito massa essa seqüência estranha de histórias bizarras, rsrs seguindo o clássico tema de podcast que é o forte da equipe!!.
    Puts quantos apelidos eu tive durante minha vida escolar, gordo baleia, Willy, saco de banha, peitinho de moça e tudo mais que as pessoas podem ser cruéis em inventar, partindo disso… Ganhei meu apelido que até hoje eu carrego, Zuil, resumindo, porque que eu zuava tudo a galera, não tinha uma piadinha que eu não cortava e convertia contra a pessoa que a fizesse contra min, rsrs
    Agora briga nunca foi muito meu forte, mas um dia aceitei uma briga, depois da aula, terreno baldio ao lado do colégio, o cara veio deu um soco minha cara, o ódio meu subiu na cabeça eu segurei o moleque, dei uma joelhada no saco do cara, mas com toda força de super sayajin rsrs hoje eu até conheço ele, mas não tem jeito, ele me vê até se afasta, rsrsrs.
    O cast foi muito massa…
    que venham outros nesse estilo!!!..
    #fui…

  16. Saru disse:

    haha muito bom esse cast, parabens, pensei que o assunto seria mais ou menos mas foi bem divertido.

    Toda escola tem guerra de bolinha de papel, nossa lembro que na minha eu via neguinho comprando caderno menos de dois meses.

    A historia do gancho no saco foi de doer em todos, nossa lembro que na hora que ouvi, vocês ficavam calados e aposto que estavam imaginando a cena.

    Na minha escola tambem teve algo tragico, um dia dois muleques da minha sala começaram a brigar na hora do intervalo, ai o primeiro correu pra sala o outro não chego a tempo e quis impedir com A MÃO a porta da sala que ia ser fechada pelo primeiro aluno, os dois ficaram no empurra empurra de porta e por fim fechou, mas o segundo esqueceu os dedos la.
    Final da historia, um aluno perdeu o dedinho e o outro ficou na sala com um dedinho no chão, outro dia só os papos que o aluno tinha perdido o braço na porta, escola aumenta muito os boatos.

    AVraços piratas!

  17. C.Y.B.O.R.G disse:

    Poxa a segunda parte ficou demais!!!!

    Insisto em dizer que é melhor PirataCast que ouvi, estão de parabéns pelo alto nivel de conversa e nostalgia.

    Abraços, marujos!!!!!

    obs.

    Estou aqui imaginando a professora do Jabour com a calça coladinha, meu deus!!!!

    Pónha uma fotinha aí jabour sei que tem cara, plisss!!!!

  18. Kosmidis disse:

    Olá galera.

    Não dá pra fazer elogios, pois vai ser redundância.

    Como no podcast que vocês falaram de internet, o sentimento de nostalgia veio com força novamente.

    Dei muita risada, relembrei muitas coisas do tempo que eu estudava, os vários apelidos, os cagaços em pedir ou passar cola, as saídas depois das aulas para ir ao fliperama em um tempo que ainda não existia o “a gente se fala depois no msn”, as paixões platônicas, as professoras putas ou não, realmente tempos que não voltam mais (acho que filosofei demais).

    Parabéns pelo podcast e que venham mais temas nesse estilo marujada.

    Confesso que esperava que a Valeria ou a Sandroca participassem do cast para que elas contassem também as peripécias delas.

    Abraços.

  19. Flávia Santos disse:

    Olá Capitães!!
    Desculpa por esse comentario absurdamente atrasado. Mas eu só estou aqui para dizer que mandei minha mensagem de voz ontem (to me preparando pra aguentar o Skilo me tirando pra Bruxa do Mar tambem) e pra dizer que to doida pelo cast que deve sair por amanhã. Adorei esse programa, foi MARAVILHOSO, sem mentira!
    Um grande abraço a todos e até mais!!

  20. Ednaldo disse:

    Na boa, ri demais nesse Cast o Jabour contando da punheta do muleque no colégio foi o Apse, ri muito no trem disfarçando uma tosse pra não ficar feio e pausei o MP4 pra não continuar rindo. Só depois de sair é que continuei. rsrsrs
    A do Pablo foi demais "O pau no cú saiu de baixo" rárárá essa vai ficar pra história…
    Parabéns pelo Cast.

  21. Filipe MacLeod disse:

    Muito bom!
    As duas partes estavam demais!!!
    Me lembro de alguns casos que marcaram minha vida …
    Uma vez estavamos em uma aula de história da arte e ninguem estava nem ai p aula, de repente uma amigo viu que na pasta da professora sobre a mesa estava um bloco de provas. Ai começou a ação estilo missão impossível.
    Os considerados cdfs distraíram a professora, enquanto outro aluno abriu a pasta e tirou umas duas provas, só que ao retirar as duas provas viu que eram diferentes, não satisfeitos, resolvemos pegar mais umas para garantir, ai o maluco em vez de tirar mais umas duas, retirou cinco provas, o problema é que cada prova tinha umas 3 páginas, ai imagina num bloco de provas somem 24 folhas, com certeza daria para perceber, porém ela n perceu a falta .. tinhamos uma semana antes da prova, levamos para casa e tentamos resolver, sendo que uma prova era facil, uma mediana e uma dificil p kct que nem com consulta conseguimos fazer.
    No dia da prova, a prof foi distribuindo e uma galera pegou a prova dificil, e choramos para a professora trocar a prova, e ainda pedimos para consultar a materia por 1 minuto no meio da prova, e o mais incrivel é que a prof aceitou tudo!!!

    Outro caso foi um em que eu e mais tres amigos sempre sentávamos em fileira para colar, so que o primeiro do grupo era sempre o mais inteligente, íamos fazendo a prova e tal, o primeiro passava a cola pro segundo e assim por diante, porém, cada um que pegava a questão corrigia, so que o cdf não aceitava estar errado e tal, no fim a gnt sempre tirava nota maior que ele…

    E o último caso foi de um cara da turma que trabalhava como segurança num clube a noite, então ele chegava e sempre dormia a primeira aula, um dia, tivemos a primeira aula e a segunda ficou vaga, um dos malucos da sala, resolveu fazer uma muralha em volta do que dormia, empilharam cadeiras em volta dele até o teto, saimos da sala e ficamos do lado de fora. De repente, só ouvimos o cara xingando e chutando cadeira para todo o lado .. muito maneiro.

  22. Marinno disse:

    Parem de reclamar!! Na minha escola a gente tem aula todo dia de manhã e a tarde e alguns dias até as 23 hr!! Todo sabado tem simulado! É sanguinário! To ouvindo o podcast pela primeira vez e to curtindo pra caramba!! Ah, sim! O vestibular hoje diz que quer selecionar os alunos que raciocinam melhor, mas continuam decoreba e pegadinha. Fuvest que o diga! Boa sorte pra vcs! AH [2]! O site da minhas escola pra vcs darem uma olhada: http://www.dincao.com.br/2009/

  23. […] DO JABOUR CRIANÇA (PIRATACAST #10 – PT2, JABOUR “CABELO DE […]

  24. Estou retomando o hábito de ouvir podcast e, como de praxe, conferindo todos desde onde parei.
    Muito legal esse crossover com o NL, quer dizer, agora é FênixDown. Até os 13 anos eu também achava que o bilau só servia para mijar. Mas morri de rir mesmo quando o Jabour aproveitou o fato de já estar mijado e mandou ver no nº 2. Na infância fazemos cada besteira. Conferindo todos, seguindo na prancha…

  25. […] 95 – Bullying e os Valentões de uma figa Piratacast 10 – Histórias de Colégio [Parte 1] Piratacast 11 – Histórias de Colégio [Parte 2] […]


    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    .